Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

busy as a bee on a rainy day

escrevendo ao sabor da corrente..

30
Mai20

quem tem doenças do foro mental não tem direito a férias.

Ana de Deus

saída da casca

 

como disse num dos primeiros postais neste blogue, tenho uma desordem esquizoafectiva e tenho uma reforma, por invalidez absoluta, inferior ao salário mínimo. vivo com a minha mãe que faz este ano setenta e cinco lindos anos. quando entrámos em estado de emergência, a minha mãe decretou distanciamento social cá em casa. deixámos de nos abraçar e beijar e passámos a conversar à distância ou por telemóvel. frente a frente, cada uma de nós abraça-se a si própria e enviamos beijinhos pelo ar. ontem celebrei cinquenta anos de vida e a minha mãe decidiu que íamos almoçar fora. acordei às seis, tomei um duche de água morna que o dia prometia ser quente. estava a pentear o cabelo molhado, olhei para os meus olhos e senti-me vazia. ontem de manhã escrevi à minha psiquiatra e disse-lhe que fazia anos e que me sentira vazia. hoje tinha a resposta dela na caixa de mensagens e ela disse-me que não estou vazia, tenho recuperado autonomia, e trabalho sem direito a férias. nunca tinha pensado nisso. quem tem doenças do foro mental não tem direito a férias! mas tive um dos melhores aniversários da minha vida. 

28
Mai20

a saga das noites sem dormir em condições - update

Ana de Deus

agora sua eminência dorme sossegada

 

estou exausta, esta semana tem sido difícil dormir em condições. a gata quer água fresca e mia até eu acordar. tentei deixar-lhe água com gelo mas derreteu muito depressa. também pesquisei por bebedouros para gatos mas como tem de ficar no meu quarto, o ruído do motor no silêncio da noite fez-me mudar de ideias. voltei à estaca zero. obrigada pelo vosso apoio. aceito novas sugestões.

26
Mai20

para quem não o vive, dá para rir.. 'bora lá torná-lo engraçado

Ana de Deus

meowing

 

não tenho dormido bem. a minha gata acorda-me várias vezes durante a noite e finalmente percebi porquê. ela gosta de beber água corrente. à noite deixo-lhe uma caneca e uma taça com água e, mesmo sem necessidade, pois é um desperdício de água, ao acordar e quando me deito mudo a água. só que os dias estão a aquecer e a casa também e a água vai ficando morna e ela deixa de a beber! e como a casa aquece ela tem mais sede, mas não bebe da água morna. e eu levanto-me irritada, ela acorda-me várias vezes durante a madrugada e eu tomo medicação para dormir. chega uma altura em que ela deixa de miar e grita a plenos pulmões. desculpem estar a fazer queixinhas, adoro dormir e a minha gata não me deixa! agora que estou acordada, sua eminência dorme o sono dos justos.