Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

© busy as a bee on a rainy day

e se, de repente, o respondemos a um how are you e só nós pescámos a piada (as abelhas não voam quando chove) e vêmos que é um título fantástico para um blogue! pois.. cá estou então!

© busy as a bee on a rainy day

07
Jun21

o que a Paz significa para a Fátima Bento

Ana de Deus

Paz Peace Paix


O que é Paz para mim? Paz é acima de tudo, LIBERDADE. A liberdade de ir ou não ir, sair se me aprouver, ler um mau livro quando é isso que me apetece, ver um filme com más críticas ou mal classificado, repetir ad nauseam as mesmas músicas em loop.

Paz para mim é não me preocupar no que os outros podem pensar, agarrar no que eu gosto e correr com isso encostado ao peito, enquanto trinco a vida com os dentes todos.

Paz é deitar a cabeça na almofada à noite e ficar a ouvir os grilos e as cigarras fora da janela, ou o mar lá em baixo a bater no empedrado do jardim, a galgar e molhar os bancos.

Paz é como um café ao acordar. Uma caminhada com pés dentro de água numa praia quase vazia, o sol a aquecer-me a pele, uma leve brisa que sopra e apazigua a canícula. Uma limonada fresca num dia de calor. Flutuar. Meditar. Poder. Escolher. Suspirar. Sorrir.

Paz é ser. Ser em consciência, com atenção e respeito pelo outro e pela sua liberdade, sem nunca atropelar quem sou.

- que possamos todos encontrar a nossa paz, em consciência

AUTORIA: Fátima Bento

31
Mai21

o que a Paz significa para a Autora do 1 Mulher

Ana de Deus

Paz Peace Paix

uma das coisas que mais aprecio na Vida, na minha, é este sentimento que tenho de ter a consciência tranquila, que me dá a paz que preciso… estou certa que já houve momentos em que não fui correta com alguém, ou em alguma situação, que fiz questão de esclarecer, aliás tento sempre esclarecer, antes da pessoa se aperceber ou a situação “rebentar”… esta forma de estar é a minha bússola, que me permite manter o meu norte e seguir caminho… não pratico o olho-por-olho, porque não vou fazer algo que condeno, mas sou humana e fico sempre mais atenta a quem age assim comigo, permitindo-me desta forma estar um passo à frente, pelo menos tento… não sou de me “revestir” de palavras com significados fortes, para parecer algo que não sou… sou muito fiel aos meus princípios, e não digo nada que não sinta verdadeiramente, o que por vezes causa alguns problemas, porque as pessoas não estão habituadas a sinceridade… é muito mais fácil, ouvir/dizer sempre o que as outras pessoas “esperam”.

poder deitar a cabeça na almofada e “não ter pendentes” é pacificador.

AUTORIA: Dina

24
Mai21

o que a Paz significa para a Autora do Diário de Fuga

Ana de Deus

Paz 2021


A paz é branca mas poderia também ser azul

Tão pura como a pomba que voa ou a onda que se desmancha

Entra-nos pela alma como o vento entra por uma janela aberta

Não pede licença, mas sentimos quando chega

Sentimo-nos em paz e a felicidade parece mais fácil

Mais palpável

Sentimo-nos em paz e desejamos que todos sintam o mesmo

É impossível, a paz é uma constante utopia

Não fosse o seu contrário a guerra

Não há calmaria sem antes ter havido tempestade

Não há cicatriz sem antes ter havido ferida

O barco navega em busca de uma baía sossegada

Mas são gigantes as ondas, são brutais as intempéries

A paz é branca mas poderia também ser verde

Pois é a esperança que guia o seu caminho

É uma constante busca

Mesmo quando estamos a atravessar um campo minado

Esperamos sempre que um dia seja um campo florido

Esperamos que o arco-íris surja no horizonte

A paz é branca mas poderia ser de todas as cores

De todas as nações, de todos os seres vivos

E, se assim fosse, a paz seria sinónimo de igualdade

Quem sabe, um dia, todos possam saber o que é a paz

Todos sintam aquela calma na alma

como quem olha o mar parado numa tarde de verão

Todos possam saber o que é respirar sem dificuldades

O que é sorrir sem motivo

O que é amar sem barreiras e perdoar sem rancor

Sentir que o que se é não é mais nem menos

É suficiente e é tanto para o que se almeja ser

A paz vem e virá para todos

Nem que seja por breves instantes

Só peço que ela não venha apenas no suspiro final

AUTORIA: Alice Barcellos 
querida Alice o teu texto está em destaque, aqui  e aqui :)

17
Mai21

o que a Paz significa para a Rute Justino

Ana de Deus

o que significa a Paz


O que significa a paz!

A paz é tudo o que eu preciso para viver em sintonia comigo própria e com os outros!

Quando o nosso corpo encontra a paz existe um equilíbrio na nossa alma e os nossos chacras ficam alinhados.

Nem sempre conseguimos atingir esse bem estar, a influência do dia a dia tira-nos e suga-nos a energia e quando nos damos conta estamos cheios de stress.

E como encontrar a paz nesses momentos?

Respirar fundo, contar até 10 e se for necessário e oportuno meditar para nos encontramos com o nosso eu superior!

A paz significa amor e leveza!

Se tomos rumarmos para o mesmo sentido a paz fluía perfeitamente nos nossos reinos!

Vamos tentar?


AUTORIA: Rute Justino
10
Mai21

o que a Paz significa para a Autora de Amor Líquido

Ana de Deus

o que a Paz significa..

A humanidade passa mais tempo a julgar-se pelas diferenças ilusórias do que a ter consciência de que, na verdade, todos somos iguais.

Todos somos gavetas, sabes? Gavetas que guardam segredos, os medos, memórias, as nossas histórias. Gavetas largas, outras pequenas. Gavetas semiabertas e outras que não encontram a chave para se fechar.

Uma vivência que se atropela pelo ter de ser antes do ter de estar. É nesse limbo que balanceia entre “e ses” consecutivos, que a paz nos foge das mãos. Por tantas vezes em que queremos ser para mostrar, ter para fazer parecer. O rebuliço interno mantém-se e a calmaria merecida da existência sobressalta-se nos inúmeros “porquês”.

Todos encaixamos no mundo do desencaixe e da imperfeição.

Não importa a textura, a cor, o tamanho ou o desenho. Nessa indiferença, julgamo-nos na dissemelhança sem nos darmos conta da parecença que nos faz fugir da vontade de comparação.

É nesse lugar que nos encontramos.

Com as farpas que restam, o ruído das calhas enferrujadas, o pó da madeira enfraquecida. 

Na brevidade entre o inspirar e o deixar-se ir, aí sim, tardiamente, aprendemos que, onde quer que estejamos ou o que quer que guardemos dentro de nós, uma vez trancada, a luz apaga-se, a porta fecha-se e o pó que foi sendo de feitio, esconde, para sempre, a nossa identidade.


AUTORIA: Mafalda
03
Mai21

o que a Paz significa para a Ana Mestre

Ana de Deus

o significado da Paz

 
Poderia falar do meu desejo de paz no mundo, mas isso é uma utopia, então falarei da paz de espírito, da minha paz de espírito!
 
Poder deitar-me na minha cama e estar em paz comigo e com os outros. Saber que aqueles que amo também estão em paz.
 
Deitar-me sem ter a companhia dos meus demónios, que tanta vez adormecem e acordam comigo.
 
O mais importante, das coisas mais importantes da minha vida, é estar bem comigo mesma, e principalmente com os outros e no fim do dia, estar em paz comigo.
 
Ter paz de espírito!
 
E é isto!

 

AUTORIA: Ana Mestre

26
Abr21

o que a Paz significa para a Autora do Blog de AlGo

Ana de Deus

o que a Paz significa..

Paz, ausência da guerra. Se fosse assim tão simples de definir.

Como se a sensação que atormenta não fosse uma guerra interior, que tira a tranquilidade e rouba a calma. Como se ter medo não fosse uma guerra interior que, mesmo que numa multidão, nos faz sentir sozinhos. Como se o incerto não fosse suficiente para nos querermos esconder das "explosões", que não matam, mas magoam.

Não ouço os estrondos, não sinto o sibilar das balas, não tenho que fugir e esconder e, por isso, que das fraquezas se faça forças, porque encolher num cantinho protegido não é opção.

A vida não é uma guerra e as incertezas que temos e nos tiram a paz estão em nós mesmo. 

Quantas vezes somos o nosso pior inimigo?

Então o que é a paz? A calma e a tranquilidade. 

Mais do que a ausência da guerra, para mim, é a ausência do medo.


AUTORIA: Alexandra Gomes

19
Abr21

o que a Paz significa para a Gaivota Azul

Ana de Deus

o que a Paz significa

 
 

Durante muito tempo, procurara por ela. Precisava de a encontrar, desesperadamente.

Não saber se a encontraria, tão pouco por onde começar a procura, angustiava-a.

Por vezes sentia-se prestes a desistir, vencida pelo cansaço e pelo desânimo. Mas era nesse lusco-fusco, em que dia e noite se fundem e confundem, que a encontrava.

Sentia-a quando os primeiros raios da manhã a inundavam de luz. Sentia-a quando abria a janela de par em par e o fresco da manhã lhe trazia o beijo da brisa marítima. Sentia-a quando, de ouvido encostado à areia escaldante da praia, ouvia o respirar da terra.

Via-a no imenso céu azul onde cabiam os sonhos e as orações. Via-a na força da rebentação e na calmia da maré. Via-a nas asas abertas que cruzavam os céus. E via-a na luz do Sol e do luar.

Ouvia-a nas melodias que escutava, nos trinados dos pássaros que nos ramos das árvores cantavam, e no riso das crianças que por ela passavam. Ouvia-a nas vozes devotas dos que amava, e nas trovoadas que o silêncio da noite rasgavam. Também a ouvia aí, no Silêncio.

Saboreava-a de todas as vezes, ainda que com diferentes intensidades. Nem sempre lhe dava o devido valor. Como em tudo na vida, por vezes só quando a perdemos… E então retomava a sua busca apenas para a encontrar dentro de si.

Tinha-se instalado de mansinho à medida que as vozes e ruídos diminuíam e as vivências do dia ficavam para trás. Tinha-se enroscado nas linhas curvas que a caneta que segurava nas mãos desenhara.

O que tanto procurara, A Paz, estava finalmente Aqui!


AUTORIA: GaivotAzul

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

foto do autor

arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

os nossos contos

os nossos contos de natal Sagração do Dia