Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

© busy as a bee on a rainy day

e se, de repente, o respondemos a um how are you e só nós pescámos a piada (as abelhas não voam quando chove) e vêmos que é um título fantástico para um blogue! pois.. cá estou então!

© busy as a bee on a rainy day

28
Set22

Desafio Arte e Inspiração V2.0, semana #3

Ana a Abelha

O Fado de José MalhoaO Fado de José Malhoa

 

no quarteirão ao lado havia um bar considerado de má fama. onde as mulheres fumavam e festejavam até de madrugada. Daniel e Alice tinham curiosidade. queriam ter filhos e precisavam de compreender que espécie de vizinhança havia naquele ambiente de jovens casais. decidiram que Daniel ia sozinho naquela noite. passado as duas horas, que o estudo das personagens daquele bar lhe suscitou, voltou a casa para convidar Alice a ver pelos seus próprios olhos. ambos adoravam fado, que estavam habituados a ouvir no radio que fazia companhia ao avô enquanto trabalhava. ficaram encantados por conhecer os cantores pessoalmente e, num sábado à noite, levaram o avô com eles. que grande comoção!

 

texto no âmbito do Desafio Arte e Inspiração, criado pela Fátima Bento.

todas 4ªfeiras eu e a Ana D., a Ana Mestre, a bii yue, a Célia, a Charneca Em Flor, a Cristina Aveiro, a Imsilva, o João-Afonso Machado, o José da Xã, a Luísa De Sousa, a Maria, a Maria Araújo, a Mia, a Olga Cardoso Pinto, a Peixe Frito, a Sam ao Luar, e o SetePartidas publicamos um texto relativo ao quadro da semana, que é apresentado todas as 6ª de manhã.

21
Set22

Desafio Arte e Inspiração V2.0, semana #2

Ana a Abelha

Young Mother Sewing de Mary Cassat (1879)Young Mother Sewing de Mary Cassatt (1879)

 

quando Daniel fez dezasseis anos, o avô aceitou um novo aprendiz. um prodígio órfã chamada Alice, com treze anos. primeiro o neto tentou competir com ela, mas Alice não lhe ligava nenhuma. até que Daniel percebeu que ela estava disposta a trabalhar em equipa. aí nasceu uma profunda amizade e respeito mútuo.

quando Alice celebrou os 21 anos de idade, Daniel pediu-a em casamento. ela respondeu-lhe com um beijo nos lábios. e ficaram os dois, olhos nos olhos, a sorrir um para o outro. o avô passava dos noventa anos mas fez questão de a levar ao altar. caminhou hirto sem a bengala. Alice encontrou uma forma para lhe dar essa alegria.

durante o noivado, exigência dos pais de Daniel, para salvaguardar a virtude de Alice, o noivo restaurou uma casa para ambos. a noiva tem adoração pela obra de Mary Cassatt e, quando Daniel a levou para conhecer a morada em que vão viver. a casa estava vazia, só havia algo no quarto do casal. um original da estimada pintora.

 

texto no âmbito do Desafio Arte e Inspiração, criado pela Fátima Bento.

todas 4ªfeiras eu e a Ana D., a Ana Mestre, a bii yue, a Célia, a Charneca Em Flor, a Cristina Aveiro, a Imsilva, o João-Afonso Machado, o José da Xã, a Luísa De Sousa, a Maria, a Maria Araújo, a Mia, a Olga Cardoso Pinto, a Peixe Frito, a Sam ao Luar, e o SetePartidas publicamos um texto relativo ao quadro da semana, que é apresentado todas as 6ª de manhã.

14
Set22

Desafio Arte e Inspiração V2.0, semana #1

Ana a Abelha

SalvadorDali-1.pngA persistência da Memória de Salvador Dali

 

do alto dos seus oito anos, Daniel disse que quer fazer o bolo de aniversário do avô que é relojoeiro. a mãe perguntou-lhe se pode ajudar, mas o menino está determinado a fazer uma surpresa a todos. entregou aos pais uma lista com tudo o que precisa, surpreendendo pela precisão dos ingredientes necessários. todos estão confiantes.

chegado o dia em que Daniel teve acesso à cozinha sozinho. a família aguardou o grande momento. a casa cheira muito bem com os aromas que provêm da cozinha. o som da batedeira, rima com o misturar de ingredientes. o ligar do forno. o cheirinho bom. Daniel cria a decoração. é elaborada. findo e arrefecido o bolo. ouvem o micro-ondas.

as decorações em massapão derretem um pouco. relógios a escorregar. uma obra-prima. para gáudio da família. perante tanta precisão o avô convida-o para aprender os segredos da relojoaria. Daniel aceita por respeito e até à morte do septuagenário, dedica-se de alma e coração. criando uma marca familiar.

TALVEZ TENHA CONTINUAÇÃO...

texto no âmbito do Desafio Arte e Inspiração, criado pela Fátima Bento.

todas 4ªfeiras eu e a Ana D., a Ana Mestre, a bii yue, a Célia, a Charneca Em Flor, a Cristina Aveiro, a Imsilva, o João-Afonso Machado, o José da Xã, a Luísa De Sousa, a Maria, a Maria Araújo, a Mia, a Olga Cardoso Pinto, a Peixe Frito, a Sam ao Luar, e o SetePartidas publicamos um texto relativo ao quadro da semana, que é apresentado todas as 6ª de manhã.

21
Abr21

desafio caixa de lápis de cor - balanço final

Ana a Abelha
14
Abr21

desafio caixa de lápis de cor - post scriptum: branco

Ana a Abelha

branco


branco é a cor dos anjos. mas havia uma anjo que queria ser cor-de-rosa. sentava-se em meditação e com muita força de vontade conseguia pintar-se de rosa clarinho. mas durava pouco tempo pois, bastava focar-se nas suas tarefas, para voltar a ser um branco radiante. um dia ela decidiu fazer greve, sentou-se em meditação, concentrou-se e pintou-se de um rosa tão radiante que a Mãe Maria veio ver o que se passava. os outros anjos é que tiveram de lhe explicar, pois a grevista recusava desconcentrar-se. a Mãe Maria prometeu-lhe então que iria perguntar à Fonte Divina o que poderia ser feito. a anjo rosa abriu um olho e sorriu e plof! voltou a ser um branco radiante. passados uns instantes a Fonte Divina fez-se ouvir por toda a eternidade. para mudar de cor basta cantar a canção da cor que quiserem ser, quando estiverem a saudar o nascer do sol. os anjos ficaram ainda mais radiantes de alegria. e perguntaram à anjo que queria ser cor-de-rosa como é que ela tinha feito para mudar a cor. e ela respondeu: de facto, há uma vibração diferente para cada cor, eu sento-me em meditação e concentro-me na vibração do meu rosa. os anjos agradeceram e foram saudar o nascer do sol. sentaram-se todos em meditação e, quando a primeira nesga de luz surgiu, começaram todos a vibrar em tonalidades diferentes. a partir desse dia o paraíso continuou branco radiante, pois o branco reúne todas as cores, mas cada anjo passou a vibrar numa cor diferente. cores que os olhos humanos conseguem ver e milhares de outras cores que os olhos humanos não conseguem ver.


texto no âmbito do desafio caixa de lápis de cor.

Neste desafio participo eu, a Concha, a A 3ª Face, a Maria Araújo, a Peixe Frito, a Imsilva, a Luísa De Sousa, a Maria, a Ana D. a Célia,
Charneca Em Flor, a Miss Lollipop, a Ana Mestre, a Fátima Bento, a Cristina Aveiro, a bii yue, o José da Xã, o João-Afonso Machado e a Marquesa de Marvila.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

foto do autor

arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

os nossos contos

Contos de Natal | 2022 Contos de Natal | 2021