Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

© busy as a bee on a rainy day

e se, de repente, o respondemos a um how are you e só nós pescámos a piada (as abelhas não voam quando chove) e vêmos que é um título fantástico para um blogue! pois.. cá estou então!

21
Ago23

o Ministério do Rocambolesco - Capítulo XVIII

Ana a Abelha

o Ministério do Rocambolesco

o  mi.nis..rio  do  ro.cam.bo.les.co

(capítulo XVII)

a princesa tinha adormecido. tinham optado por uma sedação controlada em vez de uma anestesia geral. quando acordou, esperava-a um pequeno-almoço real: ovos mexidos com espargos, panquecas, torradas de pão caseiro, sumo de laranjas acabadas de espremer. "porque é que estou tão cansada?" perguntou aos amigos. "estás há muito tempo em jejum." explicou Sir. "come devagar, se não tiveres fome não forces." aconselhou Lady. Alice abriu muito os olhos e disse com um sorriso: "estou esfomeada!" Sparrow tinha trazido uma cesta de piquenique com pequeno-almoço também para ela e Beaver. sentaram-se na cama ao lado da princesa e comeram os três em silêncio. "preferes dormir ou podemos conversar?" perguntou Sir. a jovem sentou-se logo na cama: "diz." então Sir actualizou-a sobre tudo o que tinha feito aquela manhã. "quer dizer que tenho de ficar de cama?" - "três dias de vigilância no mínimo" a princesa lamuriou: "posso ir para o meu quarto?" - Beaver sorriu: "aqui está tudo esterilizado, no teu quarto há risco de infecção" - "e daqui a três dias deixa de haver?" perguntou rabugenta. Sparrow exclamou: "podes ter a certeza que vai estar tudo imaculado!" a princesa suspirou e propôs a Sir: "podemos jogar xadrez?" Sparrow dirigiu-se a um armário e tirou de lá um tabuleiro e um saco de veludo com as peças do jogo. Beaver esperava ser surpreendido, mas não ao ponto de perder sucessivamente. até que percebeu que Alice estava com dores e pôs de imediato o chapéu de médico e disse: "tens de dormir." a jovem concordou, deitou-se, bocejou e adormeceu. estava exaurida. Sir baixou a intensidade da luz e saiu da sua clínica privada. despiu a bata, a touca, as luvas, os sapatos que nunca viram outro chão. pendurou tudo num cacifo tubular e activou a desinfecção programada. "oh!" exclamou Lady, "tinha esperança que ainda estivesses equipado! trouxe-lhe fruta. ela adora melancia" - "acho que a esgotei!" disse Beaver preocupado. "adormeceu há pouco." Sparrow disse divertida: "ela ganhou sempre?" Sir limitou-se a um suspiro infeliz e resignado disse: "vou para a biblioteca estudar!" Lady equipou-se para entrar na clínica. os sinais vitais de Alice estavam óptimos, tendo em conta o cansaço. tinha sido um disparate deixarem-na jogar durante quase três horas. suavemente tocou-lhe na mão e sussurrou o seu nome. a jovem inspirou fundo e Sparrow informou-a: "trouxe-te salada de fruta com melancia." Alice sorriu, com algum esforço sentou-se na cama e agradecida começou a comer. "preciso de um shot de chocolate." pediu à amiga. "o teu coração quase parou, nada de sobressaltos! tens de descansar!" aconselhou Lady.

(capítulo XIX)

texto no âmbito do desafio o Ministério do Rocambolesco

@annaliserauchenberger

TAMBÉM NESTA AVENTURA

 

 

OBSERVAÇÃO: O DESAFIO ESTÁ ABERTO A TODOS OS BLOGGERS.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

foto do autor

arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

os nossos contos

Contos de Natal | 2022 Contos de Natal | 2021