Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

© busy as a bee on a rainy day

e se, de repente, o respondemos a um how are you e só nós pescámos a piada (as abelhas não voam quando chove) e vêmos que é um título fantástico para um blogue! pois.. cá estou então!

24
Jul23

o Ministério do Rocambolesco - Capítulo XIV

Ana a Abelha

o Ministério do Rocambolesco

Υπουργείο Ροκαμπολέσκο
(capítulo XIII)

foi o seu guarda-costas que deixou Alice na sede do ministério do rocambolesco pois sabia que aí a protegiriam. Sir tinha a sua localização muito bem resguardada. nas duas últimas décadas tinha vindo a comprar o quarteirão em que se integrava o edifício que herdara. a maior parte já estava quase toda restaurada, insonorizada e equipada. tudo planeado com Lady e Richard, para cada um ter uma casa em vez de um apartamento. o único espaço aberto ao público era a antiga barbearia. o cartão de contacto era deixado nos lugares mais inesperados. de um lado tinha o nome do ministério em grego. do outro lado uma elaborada equação que poucos conseguiam decifrar e nem todos chegavam a perceber que eram as coordenadas do ministério. o guarda-costas da princesa encontrara um cartão destes no ginásio militar e guardou-o por instinto. foi a princesa quem o descodificou e a única coisa que conseguiram encontrar online é que era em Londres. o único grão de areia na engrenagem era o meio irmão de Beaver que, apesar de tudo, pensava que o detective apenas alugava a antiga barbearia. tinham a mesma mãe, que morrera cedo. Sir herdara a sua fortuna e título da parte do pai. o meio irmão de Beaver pensava que era o inspector quem lhe dava dinheiro, mas era o detective que cuidava dele. para ver se ele criava uma vida digna, Sir - através de Owl - enviara-o para Cuba, com casa e uma venda de charutos e cigarrilhas, homologados, à sua espera. o meio irmão aceitara sem hesitar. podia fazer fortuna com os turistas, pensou logo, e os seus olhinhos brilharam. Lady e Richard eram tão ricos quanto Sir e os três tinham criado um fundo comum para a reconstrução e manutenção do projecto habitacional. tencionavam convidar Alice, mas cada coisa a seu tempo. entretanto Lady chegou com as coisas da princesa, curiosa sobre a maquinagem das bagagens. Richard deixara-lhe o seu apartamento. Sparrow suspeitava que Alice também era uma inventora como o seu guarda-costas to be. "foste tu quem concebeu esta bagagem!?" indagou. a princesa confirmou divertida e revelou-lhe o interior das duas malas. pareciam cofres e uma abria em prateleiras cheias de livros "a minha biblioteca ambulante" explicou. a outra era maior e abria num roupeiro, com um pequeno módulo de gavetas para os cremes e preciosidades pessoais. Lady batia palmas fascinada e disse "lavei o vestido que trazias quando nos bateste à porta.." e parou, Aliceu empalidecera: "e o sangue?" - "está tudo limpo" assegurou-lhe a amiga. "podes guardá-lo por mim?" pediu a princesa. "claro que sim!" anuiu Sparrow. voltaram à bagagem. "tens que me fazer um roupeiro destes!" pediu Lady - "com certeza que sim." prometeu a amiga. faltava revelar o interior de um módulo que vinha engatado ao roupeiro e que fechava como uma carteira. quando aberto era uma coluna de gavetas "é uma sapateira" sorriu Alice. "ma-ra-vi-lho-so!" exclamou Sparrow. "eee.." começou a princesa "o malão tem um pequeno cofre para as minhas jóias." a amiga estava fascinada e concluiu "quando voltar, Richard vai ficar boquiaberto!"

(capítulo XV)


texto no âmbito do desafio o Ministério do Rocambolesco

@annaliserauchenberger

TAMBÉM NESTA AVENTURA

 

 

OBSERVAÇÃO: O DESAFIO ESTÁ ABERTO A TODOS OS BLOGGERS.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

2 comentários

comentar post

mais sobre mim

foto do autor

arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

os nossos contos

Contos de Natal | 2022 Contos de Natal | 2021