Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

© busy as a bee on a rainy day

e se, de repente, o respondemos a um how are you e só nós pescámos a piada (as abelhas não voam quando chove) e vêmos que é um título fantástico para um blogue! pois.. cá estou então!

10
Jul23

o Ministério do Rocambolesco - Capítulo XII

Ana a Abelha

o Ministério do Rocambolesco

o  mi.nis..rio  do  ro.cam.bo.les.co
(capítulo XI)

Owl era todo sorrisos: "vocês assumiram o que sentem um pelo outro!" - e acrescentou: "não se preocupem comigo! sou homossexual! só não resisto em fazer Sparrow feliz!" - "mas porquê!?" perguntou Lady espantada. "porque tu és uma luz no nosso coração!" disseram todos. a amiga não aguentou mais emoções e começou a chorar: "peço desculpa mas é demais para mim!" Sir abraçou-a e murmurou-lhe ao ouvido "vem comigo." Lady sentiu uma mornura no corpo e seguiu-o. foram para casa dela, por ser o apartamento mais perto do sótão e mais longe do rés-do-chão. assim tinham alguma privacidade. Sparrow sussurrou: "quero dançar contigo, mas se tivermos música eles vão saber onde estamos!" - Beaver abraçou-a pela cintura e enlevou-a numa valsa, enquanto dançavam confessou: "quero sentir o toque da tua pele na minha." Lady beijou-lhe os lábios e habilmente despiu-lhe o casaco e começou a desabotoar-lhe a camisa. Sir desapertou o cinto e deixou cair as calças. ela virou-se de costas para ele lhe abrir o fecho do vestido, segurou-a pela cintura e lentamente começou a beijar-lhe os ombros e o pescoço, deixando cair o vestido. voltaram a ficar frente a frente. cada um despindo a sua roupa interior. abraçaram-se, ofegantes, e beijando-se, puxaram a colcha para o soalho e deitaram-se no chão. "nunca pensei que pudesse tornar-se realidade!" murmurou Lady. ele retribuiu com um simples "amo-te!" e durante algum tempo entregaram-se um ao outro num silêncio cúmplice. adormeceram abraçados. acordaram esfomeados e lembraram-se que tinham almoço no monta-cargas. já a tarde se espreguiçava. havia também um saco térmico que começava a descongelar e Lady levou-o de imediato para o congelador: "deve ser o sorbet de limão que Richard disse que fazia." conversaram mais do que comeram. "não se brinca com a comida!" riu Sir enquanto a alimentava à mão. "bolinhas de risotto frio!" disse ela enquanto o alimentava a ele. e dançaram e amaram-se e adormeceram de novo. o som da motorizada do jovem inventor despertou-os já na cama. olharam um para o outro e exclamaram preocupados: "Alice!" já se viam as estrelas. correram para o duche. Lady pensou em voz alta: "acho que tenho um dos teus pijamas no secador da roupa!" e tinha. desceram as escadas de mão dada. Sir foi ao seu apartamento procurar uns sapatos de andar por casa. chegaram ao rés-do-chão e encontraram a princesa na cozinha à espera deles com Jeremias em cima da mesa a beber água do copo da jovem. o jantar aguardava-os e tanto tinha acontecido!

(capítulo XIII)


texto no âmbito do desafio o Ministério do Rocambolesco

@haileyrectordesigns

TAMBÉM NESTA AVENTURA

José da Xã

 

 

OBSERVAÇÃO: O DESAFIO ESTÁ ABERTO A TODOS OS BLOGGERS.

03
Jul23

o Ministério do Rocambolesco - Capítulo XI

Ana a Abelha

o Ministério do Rocambolesco

o  mi.nis..rio  do  ro.cam.bo.les.co
(capítulo X)

o inspector deixou-os, ele e o porteiro tinham menos de um dia para chegarem ao lugar que lhes tinha sido indicado, sabiam bem que era o primeiro teste. cinco horas mais tarde estava de volta, com uma mochila às costas. tinha pedido uma licença sabática de seis meses. Richard esperava-o, equipado. "vamos na minha motorizada." disse o jovem. "para onde vamos?" indagou o inspector. "tenho um jacto à nossa espera" piscou-lhe o olho. Owl tremeu: "não podemos levar testemunhas!" - "sou eu quem o vai pilotar, é uma das minhas criações" sossegou-o Richard. "tu és uma caixinha de boas surpresas!" exclamou o inspector. os militares que os receberam também ficaram impressionados. este nosso inventor incluira a motorizada na bagageira do jacto. Richard pediu os dados GPS do lugar onde era o treino e disse que lá estariam em meia-hora. por precaução, recusava-se a ser transportado. deixou o jacto camuflado e seguiu viagem. os guarda-costas da princesa começavam a respirar de alívio. o jovem era um prodígio! o inspector demarcou-se de todos os méritos, na prática era Richard que estava a ser avaliado e era com orgulho que lhe fazia justiça. entretanto em Londres, Sir e Lady apareceram na cozinha e Alice respirou de alívio. tinha tanto para lhes contar. como Richard lhe tinha aconselhado, nada dito em voz alta. a princesa sumarizou por escrito tudo em que precisava actualizá-los, os amigos leram tudo atentamente, compreenderam, queimaram os papéis e abraçaram-na. "vamos tratar do jantar?" sugeriu o anfitrião - "fiz uma quiche de brócolos e salada de tomate cherry e mozzarella" - sorriu Alice - "e há sumo de laranja natural". Sir e Lady bateram palmas e agradeceram a iniciativa da jovem. uma refeição leve, mesmo apropriada ao dia. 

(capítulo XII)


texto no âmbito do desafio o Ministério do Rocambolesco

@haileyrectordesigns

TAMBÉM NESTA AVENTURA

 

 

OBSERVAÇÃO: O DESAFIO ESTÁ ABERTO A TODOS OS BLOGGERS.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

foto do autor

arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

os nossos contos

Contos de Natal | 2022 Contos de Natal | 2021