Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

© busy as a bee on a rainy day

e se, de repente, o respondemos a um how are you e só nós pescámos a piada (as abelhas não voam quando chove) e vêmos que é um título fantástico para um blogue! pois.. cá estou então!

© busy as a bee on a rainy day

30
Dez19

reflexão | desafio de escrita dos pássaros

Ana de Deus

desafio dos pássaros

a  bird does not sing because it has an answer. it sings because it has a song.

 

confesso que no início tive bastante dificuldade em sentir-me inspirada. parte da minha medicação é para sedar a minha criatividade hiperactiva. e os ansiolíticos podem provocar demência. estive para desistir do desafio algumas vezes, mas persisti e cá estou eu pronta para a segunda ronda pois os pássaros recebem-nos como família. e os desafios semanais tornaram-se um incentivo. obrigada a todas e todos e votos de um ano novo com tudo de bom.

29
Dez19

dar tempo ao tempo

Ana de Deus

dar tempo ao tempo

 

era uma vez uma mulher que vivia numa torre ensolarada. vivia em reclusão pois tinha o corpo cravejado de punhais de vários tamanhos e feitios. a solitude permitia-lhe curar as feridas e enviar amor para todas as mágoas. ela aprendera a dar tempo ao tempo para cicatrizar.

23
Dez19

desafio | o meu conto de natal

Ana de Deus

.. Feliz Natal ..

 

era uma vez um casal que celebrava o natal indo de porta em porta para distribuir as prendas que tinham passado o ano a manufacturar para as crianças. deus na sua eterna magnificência, sabendo que este era o paraíso para estes dois, criou um reino paralelo ao humano onde eles poderiam continuar a sua missão com a magia dos duendes e das fadas. assim nasceu o pai natal. os duendes construiram o trenó e pediram ajuda às fadas para fazerem as renas voar. o número de ajudantes cresce de ano para ano. assim nasceu a multinacional chamada pólo norte.

boas festas 

desafio lançado pela Isabel AQUI
PODES LER TODOS OS CONTOS AQUI

23
Dez19

amor de mãe é mágico

Ana de Deus

amor de mãe é mágico

 

mudámo-nos para esta casa na véspera de vinte e quatro de dezembro. esqueci o ano. desde então, estamos acampadas no apartamento. nessa altura tinhamos cinco gatos e para mim era mandatório trazê-los nessa noite. a minha mãe estava fisicamente exausta, mas anuiu. quando estávamos a entrar no prédio da nova casa ela tropeçou nos degraus e caiu batendo com o queixo no chão e cortando a boca com os dentes de baixo. sangue por todo o lado. o taxista assustou-se, correu até ao posto da PSP a pedir ajuda. o polícia que veio com ele é um profissional exímio. ligou para o 112 identificou-se e levou uma nega. exigiu a identificação de quem estava do outro lado, avisou que ia reportar queixa e ligou para os bombeiros, que apareceram num ápice. depois de se certificar que ficávamos bem, voltou para a esquadra.

os bombeiros levaram a minha mãe para o hospital e eu fiquei com os gatos. tentei esperar por ela mas às duas da manhã rendi-me ao sono. todos os pormenores na casa tinham tanto amor da minha mãe que eu senti-me inteiramente protegida. a minha mãe estava com um pico de adrenalina e só dizia piadas. ao menos isso. o cirurgião que lhe coseu a boca fez metade bem e a outra metada atabalhoadamente. a minha mãe tem uma parte do lado interior do lábio normal e a outra metade com a carne cosida às três pancadas. infectou, teve de ser acompanhada no centro de saúde. mas antes disso, acordámos no dia vinte e quatro com a notícia que a minha prima tinha cancelado a consoada por se encontrar constipada. foi um natal na companhia uma da outra e dos gatos e de todos os nossos antepassados. a minha mãe estava de muito bom humor e a noite foi super especial. 

21
Dez19

o tango meteorológico

Ana de Deus

Elsa & Fabien

 

hoje a depressão Elsa dançava com a depressão Fabien na área metropolitana do Porto e eu decidi sair da minha quase reclusão doméstica e apanhar um autocarro até ao Norteshopping para uma sessão de threading, tirar o excesso e desenhar as sobrancelhas. felizmente os autocarros cumpriram razoavelmente os horários e a Elsa e o Fabien dançaram na ida. na volta o céu estava azul e com um sol sorridente. aproveitei para apetrechar o frigorífico de iogurtes Gregos Zero, do Pingo Doce, que ontem estavam esgotados num dos supermercados e hoje havia em barda noutro. estão previstas melhorias para Terça e tenciono ir à Baixa cortar o cabelo. que Terça e Quarta sejam dias suficientemente amenos para todos. enquanto esperava pelo autocarro de regresso a casa, estive embevecida a ver uma bebé de três meses a dormir muito aconchegadinha. coisa mai-linda! que a serenidade dos bebés se estenda a todos nós.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pág. 1/3

mais sobre mim

foto do autor

arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

os nossos contos

os nossos contos de natal Sagração do Dia