Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

© busy as a bee on a rainy day

e se, de repente, o respondemos a um how are you e só nós pescámos a piada (as abelhas não voam quando chove) e vêmos que é um título fantástico para um blogue! pois.. cá estou então!

04
Dez21

Os Nossos Contos de Natal - 2021 | Desafio Anual da Isabel Silva

Ana de Deus

© Olga Cardoso Pinto

ILUSTRAÇÃO: OLGA CARDOSO PINTO

era uma vez uma menina triste. na aldeia em que ela vivia não havia natal. ninguém decorava nada para coisa nenhuma. mas ela insistia em cozer biscoitos para oferecer aos vizinhos e aos poucos estes começaram a fazer bolos para oferecer uns aos outros. e a menina começou a ser feliz. e criaram a tradição de oferecer uma prenda a cada um. manufacturada pelos próprios. houve um ano em que um grupo de homens, que tinham ido buscar lenha à floresta, se perdeu ao anoitecer. então a menina acendeu uma vela para os ajudar a encontrar a casa. toda a aldeia fez o mesmo e eles regressaram sãos e salvos. graças à luz que todas as janelas com uma simples vela tinham criado. a menina cresceu e sofria de amores pelo seu amigo Nicolau, sem saber que era recíproco. desde crianças que eram amigos inseparáveis e era ele quem a ajudava a distribuir os biscoitos quando era só ela a ofertar na aldeia. Nicolau e Natividade continuaram sobretudo amigos, mesmo quando este a pediu em namoro. eram inseparáveis. todos na aldeia queriam oferecer-lhes uma festa de casamento, mas eles optaram por namorar para sempre e disseram que ficariam gratos se os ajudassem a construir uma casa para os dois, com uma oficina grande onde todos pudessem trabalhar. assim aconteceu haver Mãe e Pai Natal no mundo.

DESAFIO ANUAL DA ISABEL aka IMSILVA

Calendário Literário do Advento de 2021

Contos de Natal

 

os contos de Natal que a Isabel Silva teve a iniciativa de nos desafiar a escrever em 2019 e 2020 estão agora compilados num livro com 220 páginas, graças ao apoio incansável do José da Xã, à generosidade da ilustradora Olga Cardoso Pinto e à simpatia do Pedro Neves da SAPO Blogs que escreveu o prefácio. quem não tem nenhum conto editado neste livro e queira comprar um exemplar, é só dizê-lo para o email: contosdenatal@sapo.pt

(...) estes autores lançaram um texto ao éter - e receberam um livro de volta. Ainda há vida, e espírito natalício, na blogosfera.

excerto do prefácio

03
Dez21

captain's log: melhor que uma anedota

Ana de Deus

hoje tive - finalmente - consulta com o médico do serviço de fisioterapia da associação mutualista em que estou inscrita. estava marcada para dia três de novembro mas ligaram a cancelar e agendaram nova consulta para já não sei quando às dezoito e quarenta e cinco. em novembro também. há dias em que a essa hora já estou a dormir e quanto mais pensava na consulta mais desconfortável ficava com as horas. liguei a pedir um horário matinal. acederam. passados uns dias ligaram a desmarcar e agendámos para hoje à uma e dez da tarde. ficou tudo definido. vou ter cinco + cinco + cinco dias de fisioterapia. saí contente da consulta. o médico disse-me para agendar as horas com a administrativa e ela diz-me assim: que horas tem disponíveis? temos lista de espera, quando houver uma vaga telefonamos-lhe.

03
Dez21

Calendário Literário do Advento de 2021

Ana de Deus

Charles Dickens

 

O livro que Fernando Pessoa lamentava já ter lido, por não poder voltar a lê-lo novamente.

Os Cadernos de Pickwick, de Dickens na colecção de humor coordenada por Ricardo de Araújo Pereira para a Tinta-da-China.
 
«Foram [...] as suas virtudes cómicas que garantiram a Pickwick um lugar perpétuo no Olimpo literário. Qualquer leitor, a sós com o seu exemplar, na mesa de café ou no banco de jardim, está sujeito ao simpático embaraço de incorrer numa gargalhada menos medida.»
Francisco Luís Parreira, Público
 
02
Dez21

Calendário Literário do Advento de 2021

Ana de Deus

Catriona Ward

 

 

 

 

 

 

Definitivamente A Última Casa em Needless Street é o livro mais louco e bizarro deste ano. É um thriller com leves pinceladas de terror que me prendeu desde a primeira página até à última. Eu não sou pessoa de ler os agradecimentos e os posfácios no final, mas acreditem que deste li tudinho. O início pode ser desafiador para quem gosta de certezas absolutas quando ao que se está a passar na história, porque temos vários narradores (incluindo uma gata!) e a autora vai e volta atrás no tempo quase de modo imperceptível.

02
Dez21

captain's log: histórias da vida real #6

Ana de Deus

houve uns anos em que passávamos as férias da Páscoa num condomínio fechado em Vilamoura. todos os dias, ao entardecer, a caçula desaparecia por uns minutos. um dia a nossa mãe perguntou-lhe onde é que ela ia e a resposta foi: vou ganhar a vida! ainda nem se imaginavam os telemóveis, estávamos no final da década de 70, e havia muitos telefones públicos onde as pessoas não recolhiam os trocos. com apenas quatro anos, a minha irmã mais nova descobriu uma mina de ouro.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim

foto do autor

arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

wook vais ler a seguir?

Toshikazu Kawaguchi Henry David Thoreau

a livraria mais antiga do mundo, desde 1732